+55 (51) 3228-1661 Ouvidoria: 0800 6431661
22/09/2101

Regulação é o principal desafio para o avanço do mercado de seguros

10/11/2017

Urbim, uma vida dedicada ao Mercado Segurador

30/10/2017

Eventos marcam os 500 anos da Reforma Luterana em Porto Alegre e Santa Rosa

30/10/2017

Troféu JRS - 15 anos

19/10/2017

Dia Mundial de Combate ao Câncer de Mama

02/10/2017

Destaques do Mercado de Seguros de Vida e Previdência

22/09/2017

Susep vai regulamentar seguro funeral

22/09/2017

Especialista em educação financeira dá dicas para quem deseja se aposentar

22/09/2017

Governo quer clareza de informações na era digital

22/09/2017

Blockchain: ameaça ou oportunidade no mercado de seguros?

21/09/2017

Setor de seguros supera R$ 1 tri e pode trazer novo ciclo, afirma presidente da CNseg

19/09/2017

José Cairoli, governador do RS em exercício, prestigia ação do Grupo Aspecir, no Acampamento Farroupilha

11/09/2017

Produção de seguros sobe 0,6% até junho em termos homólogos - ASF

04/09/2017

Troca de previdência privada ganha força com reforma na aposentadoria

29/08/2017

O mercado está pronto para absorver seguros?

29/08/2017

Sincor-SP ressalta importância dos seguros de vida e previdência para população e o mercado

29/08/2017

Pansera: Corretor, chegou a hora do recadastramento

29/08/2017

Brasília: um mercado de oportunidades para o ramo de seguros

26/07/2017

Mudanças no mercado alteram rotina dos corretores de seguros

26/07/2017

Governo prepara PDV e tudo para você ler antes de a Bolsa abrir

26/07/2017

Governo prepara PDV e tudo para você ler antes de a Bolsa abrir

Governo prepara PDV e tudo para você ler antes de a Bolsa abrir


26/07/2017

Mirando cortes nos gastos públicos, governo prepara um programa de demissões voluntárias para cerca de 500 mil servidores federais

Fonte: Exame por Luísa Granato e Romina Cácia

As quentes do dia

Governo faz PDV para servidores públicos. Com o intuito de reduzir os gastos públicos, governo prepara um programa de demissões voluntárias (PDV) para cerca de 500 mil servidores federais, afirma o Valor Econômico. A ideia é oferecer aos interessados até 1,5 salário por ano trabalhado. O governo espera adesão de 5 mil funcionários.
Adiamento da reforma da Previdência pode custar ao R$ 18,6 bilhões. O jornal O Estado de S. Paulo diz que o cálculo feito pela Fazenda leva em consideração o impacto direto das mudanças de regras de aposentadorias e pensões e seu peso no curto prazo nas contas do INSS, caso a aprovação da reforma da Previdência seja adiada para depois das eleições presidenciais de 2018.
Governo Temer gastou quase toda verba de publicidade já no primeiro semestre. Só a campanha pela reforma da Previdência esgotou cerca de metade dos mais de R$ 200 milhões de verba de publicidade do governo federal, publica a Folha de S. Paulo.
Brecha na Lei da Ficha Limpa pode beneficiar Lula na eleição de 2018.  Caso seja condenado em segunda instância no caso do tríplex, Lula poderá recorrer a cortes superiores para garantir sua candidatura na eleição do próximo ano. A Lei da Ficha Limpa estabelece que os tribunais superiores, a pedido dos réus, podem suspender a inelegibilidade de candidatos já condenados na Justiça. Seria uma espécie de liminar concedida em meio à campanha, segundo a Folha de São Paulo.
Janot avalia unificar duas denúncias contra Temer. Segundo O Estado de S. Paulo, o grupo de trabalho da Lava Jato na Procuradoria-Geral da República planeja oferecer nova acusação formal por obstrução da Justiça e organização criminosa envolvendo o presidente da República antes do fim do mandato do procurador Rodrigo Janot, em setembro.
Aumento do etanol pode ser revisto, diz Meirelles. De acordo com o Valor Econômico, a Receita estaria refazendo os cálculos do PIS/Confins sobre o etanol para verificar se novos valores estão dentro do que é estabelecido por lei.
MPF prepara denúncia contra Grupo Gerdau. Operação Zelotes trabalha em denúncia contra integrantes do Grupo Gerdau por envolvimento em suposto esquema de compra de decisões no Carf. A estimativa é de um prejuízo de R$ 1,5 bilhão, apurou O Estado de S.Paulo.

Política e mundo

Temer segue tentando garantir coesão da base. Com a imagem fragilizada pela denúncia, Temer abriu mão de uma indicação política e decidiu agradar ao setor artístico com a nomeação do jornalista Sérgio Sá Leitão no Ministério da Cultura.
Henrique Meirelles não descarta novo aumento de imposto. O ministro da Fazenda declarou que um novo aumento é uma discussão “que não se coloca no momento”, mas ressaltou que “tudo é possível”.
Governo vai criar agência reguladora para mineração, dizem fontes.governo também planeja um aumento das alíquotas da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM), alteradas por uma Medida Provisória.
Justiça abre ação contra 11 por fraudes de meio bilhão no Carf. O grupo é acusado pelo MPF de envolvimento em esquema pagamento de propina para livrar o BankBoston, atualmente Itaú Unibanco, de autuações milionárias.
Trump está considerando substituir procurador-geral, diz jornal. De acordo com o Washington Post, a demissão de Sessions tem por objetivo tirar o ex-diretor do FMI, indicado pelo procurador-geral, da chefia da investigação independente contra a campanha de Trump. 

Enquanto você desligou…

Alphabet supera expectativa e tem lucro de US$ 3,52 bi no 2º trimestre. Na comparação anual, as receitas da empresa de tecnologia subiram 21% nos três meses encerrados em junho, para US$ 26 bilhões. O mercado esperava as receitas em US$ 25,57 bilhões.
Ultrapar autoriza Ipiranga a emitir R$ 1,5 bi em debêntures. As debêntures simples, não conversíveis em ações, pagarão aos investidores o equivalente a 105% do CDI.
Telecom aceita pacote de 25 mi de euros para saída de presidente. Uma fonte disse que Amos Genish, um alto executivo da Vivendi, seria nomeado diretor-geral da Telecom Italia.

Agenda do dia

Nesta terça-feira, sai o índice de confiança do consumidor em julho da FGV. Também sai a confiança do consumidor nos Estados Unidos.
logotipo zepol